Lacasa | Como surgem as tendências?
17423
post-template-default,single,single-post,postid-17423,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,paspartu_enabled,paspartu_on_bottom_fixed,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive

Como surgem as tendências?

Como surgem as tendências?

Falamos muito recentemente em nosso blog das cores que serão tendências em 2021, mas afinal, da onde vem as tendências?

As tendências, mais conhecidas pelo mundo da moda, também influenciam o lifestyle, o design, as artes e, atualmente, as redes sociais. De acordo com o dicionário Oxford Languages, ela é “aquilo que leva alguém a seguir um determinado caminho ou a agir de certa forma; predisposição, propensão”, portanto, pode ser definida como o que se uso ou se consome em determinado momento da história, por um determinado grupo de pessoas. As tendências são as maiores influenciadoras de mercado, pois todos os anos as lojas de roupa, de móveis, de sapatos, de acessórios e assim por diante criam seus materiais de acordo com o que está no gosto do consumidor. O conceito em si parece um paradoxo: são as lojas que influenciam o consumidor ou o consumidor que influenciam as lojas? Ambos! Quando algo novo cai no gosto do público, diga-se, uma cor, as empresas que estudam as tendências percebem, influenciando o mercado a criar mais mercadorias dessa cor, agradando o público e criando mais espaço para essa cor crescer e dominar mais áreas da sociedade. Sociólogos, ambientalistas, psicólogos, economistas, publicitários e uma miríade de profissionais são capazes de prever tendências global de consumo, num esforço conjunto para entender as novas formas de consumo, de hábitos e de escolhas das pessoas de cada contexto social. Além do gosto pessoal de cada um, as tendências influenciam no estilo de vida e até como na maneira de se consumir e onde, por exemplo, uma tendência para a década de 20 é a sustentabilidade e um consumidor final mais consciente da origem da matéria prima daquilo que ele consome, portanto, empresas que não seguem esse segmento tendem a ficar na tangente da sociedade.

Portanto, as tendências são estratégicas, elas surgem para influenciar um certo comportamento para o consumidor final e, consequentemente, mover o mercado de diversas áreas. As empresas que conseguem identificar melhor as tendências, estando por dentro das opiniões dos profissionais de todas as áreas de consumo, estão sempre a um passo a frente.